UTI no Hospital Cristo Redentor

daPassados 97 dias do início do convênio entre a Fundação José Silveira e o Hospital Cristo Redentor, a comunidade de Itapetinga recebeu nesta sexta-feira, 11, a notícia de que a tão sonhada UTI – Unidade de Terapia Intensiva – estava pronta para ser inaugurada. Em ala especial, a Unidade foi montada exatamente no local onde instalações físicas já tinham sido erguidas visando a montagem do aparelho. Na época, a iniciativa dos então deputados Geddel Vieira Lima (federal) e Michel Hagge (estadual), resultou na verba para garantir a construção do local. A Unidade de Terapia Intensiva em 10 de junho de 2003 recebeu o nome do provedor Deolizando Moreira de Oliveira, que esteve à frente da provedoria do Hospital por 20 longos anos. “Tocar o hospital sempre foi uma batalha árdua, mas sempre gratificante. Fomos provedores durante muito tempo e recebemos colaborações importantes que resultaram no princípio da construção da UTI que agora, passados 10 anos, vemos se tornar uma realidade”, comentou Dedé Moreira. Convidado para também participar da solenidade de inauguração, o ex-deputado estadual e ex-prefeito Michel Hagge esteve visitando as dependências da nova UTI em companhia de Leonardo Matos, coordenador da Fundação José Silveira em Itapetinga. “Parabenizo a Fundação José Silveira e o empenho de todos os que estiveram diretamente envolvidos na montagem final da UTI que ficou realmente com excelente qualidade”, registrou Michel Hagge, se recordando do empenho do médico Agnaldo Aguiar, fundador do Cristo Redentor, e de outros grandes colaboradores – como José Vaz Espinheira que doou o terreno – entre vários outros homens e mulheres que colaboraram para que ele se edificasse, equipasse e garantisse o atendimento às comunidades de Itapetinga e cidades vizinhas.

 

O abraço da Fundação José Silveira

Depois de passar por altos e baixos, o HCR viveu este ano um de seus piores momentos. Mas graças ao apoio da Fundação José Silveira, a crise ficou para trás. Segundo o médico Sílvio Vasconcelos, que também é gerente técnico da Fundação José Silveira, o apelo do ex-provedor na época, médico Reinaldo Silva, surtiu efeito e foi possível se estudar uma forma de dar apoio ao HCR. “Há dois anos tivemos uma reunião com o coordenador médico dr. Reinando Silva e Leonardo Matos, na época assessor da Fundação em Salvador e discutimos a possibilidade de fazermos alguma coisa para que a Fundação José Silveira pudesse fazer a fusão com o HCR e deu certo”, disse dr. Sílvio, que fez questão de contar de forma minuciosa um pouco da história da Fundação, citando a importância da participação do deputado Antonio Brito dentro dela, pois lá começou como estagiário e hoje é presidente da Confederação Mundial das Santas Casas, cuja sede é em Lisboa, Portugal.

O gerente técnico da Fundação José Silveira que tinha previsto há 97 dias que na data de 11 de outubro entregaria a UTI do HCR totalmente pronta para ser usada, fez mais um desafio para sua própria equipe: montar uma UTI neonatal. Segundo ele, a formação de uma equipe é que vai demorar mais tempo. “Desejamos que esse hospital possa atender a todas as necessidades e também tenha a sua UTI neonatal. O maior problema que encontramos para esta próxima tarefa, é a falta de uma equipe especializada. Mas vou aqui fazer uma promessa, e espero contar com o apoio da superintendente Leila Brito, para que depois de ampliarmos a UTI Neonatal do Hospital de Jequié, possamos então montar a daqui’’, registrou Vasconcelos. Ele também frisou a importância do interesse e participação de todos os médicos, técnicos e enfermeiros, em prol do andamento dos bons serviços do HCR, “pois todos aqui somos importantes e temos um trabalho em comum”.

 

‘‘Viemos para servir’’

Do alto dos seus 87 anos e satisfeito com a oportunidade de participar da inauguração de mais uma UTI, o presidente da Fundação José Silveira, Dr. Geraldo Leite, fez um breve pronunciamento dizendo da satisfação em ver que a comunidade de Itapetinga já podia respirar aliviada, vendo o seu mais antigo hospital em pleno funcionamento. “A missão da Fundação José Silveira em mais uma cidade baiana está sendo cumprida dentro das normas estabelecidas. Agradecemos a acolhida de todos e renovamos a nossa intenção de fazermos sempre o melhor em prol da saúde desta comunidade e das cidades vizinhas, com uma assistência de forma universal, humanitária e oferecendo pessoal capacitado e procedimentos médicos de excelência”, completou Leite.

Foram também apresentados à comunidade presente na solenidade de inauguração da UTI da Santa Casa, os médicos que serão responsáveis pela administração da UTI, tendo à frente o dr. Almir Gonçalves.

 

Uma batalha de três meses

Em seu pronunciamento, o coordenador geral da Fundação José Silveira em Itapetinga, Leonardo Matos, não escondia a emoção. Observado de perto por seus familiares e amigos, Leonardo confessou que viveu três meses de uma batalha árdua contra o tempo, a fim de garantir que o prazo estipulado para entrega da UTI fosse cumprido, bem como todas as demais adequações e reformas no HCR fossem feitas. “O tempo é realmente o senhor da razão. A nossa luta valeu a pena. Agradeço o apoio incondicional de meus pais Clemente Matos (Louro) e Marilda, a toda a minha família, a minha esposa Bárbara, à equipe de trabalho e o apoio imprescindível do deputado Antonio Brito, que inclusive me deu esta oportunidade de retornar à minha terra e poder fazer o melhor por ela, graças ao apoio da Fundação José Silveira. Faço uma referência também à história dos pioneiros de Itapetinga que contribuíram para o surgimento e crescimento do Hospital Cristo Redentor. Nossa alegria maior também é por poder afirmar que vamos atender especialmente aos usuários do SUS, sem nenhuma discriminação, cuidando ainda mais de aprimorar o atendimento e o oferecimento de novos serviços”, concluiu Leonardo, agradecendo ainda a dedicação de José Mário Benevides, coordenador administrativo, ao apoio da superintendente Leila Brito, à Secretaria Municipal de Saúde, ao governo do Estado e a toda a equipe da Fundação José Silveira que se empenhou para que os prazos fossem cumpridos.

Leonardo Matos disse ainda que ficava satisfeito em observar o crescimento do número de funcionários daquela unidade de saúde, que agora é a quarta maior empregadora da cidade, com 213 funcionários.

A tão esperada UTI do Hospital Cristo Redentor tem nove leitos dotados de sistema de monitorização contínua para a assistência aos pacientes em situação crítica. A obra foi realizada em parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), e com o apoio da Prefeitura de Itapetinga.

O Hospital Cristo Redentor vem passando por obras e intervenções com impacto positivo na assistência prestada aos moradores da região. O Hospital está sendo renovado pela Fundação José Silveira, através da reestruturação de áreas fundamentais para suprir as necessidades da população. As melhorias contemplam setores de grande fluxo, como a emergência e o serviço de obstetrícia.

A proposta é assegurar à população da microrregião de Itapetinga serviços em condições adequadas, com a oferta de atendimentos em diferentes especialidades médicas.

O êxito das ações reafirma a trajetória bem sucedida da FJS em seus 76 anos de bons serviços prestados na área de saúde e da assistência social, em benefício dos cidadãos em situação de vulnerabilidade social.

 

Soma de esforços

Recebido com muitos aplausos, o deputado Antonio Brito, que já passou pela presidência da Frente Parlamentar em Defesa das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas e atualmente é presidente da Confederação Mundial das Santas Casas, começou seu pronunciamento agradecendo à Câmara de Vereadores e em especial ao vereador Eliomar Barreira (Tarugão), que lhe concedeu o título de Cidadão Itapetinguense. Saudou os prefeitos e visitantes, as demais autoridades, aos representantes da FJS cumprimentando a todos em nome do Dr. Geraldo Leite, presidente da entidade, e registrou que aquele era realmente um momento de comemorar uma vitória para a região. “A situação da saúde está muito difícil em todos os cantos, no país inteiro. Rodei para tentar salvar as Santas Casas de vários lugares do Brasil e fiquei sentido em ver que a do Rio de Janeiro por exemplo não resistiu. A de Ilhéus estava fechada como dificuldades graves, mas já conseguimos apoio e recursos para salvá-la. Quanto a de Itapetinga, podemos dizer que ela está em um bom caminho. Só Deus sabe tudo e nos sentimos muito bem em termos sido feitos instrumentos para colaborar com esta cidade e região. A vinda da Fundação para cá nasceu após um apelo de Leonardo Matos, quando era assessor da FJS em Salvador, feito a mim e que consegui intermediar junto à diretoria da FJS a possibilidade de abraçar o hospital. E no começo do ano ele foi provocado pelo corpo clínico do Cristo Redentor, através do médico Arnaldo Texeira, para que se concretizasse esta parceria e cá estamos, três meses depois, inaugurando a nossa UTI, depois de feitos mais de 14 mil atendimentos médicos e mais de 15 mil procedimentos no hospital nesse período, vencendo uma época em que o déficit mensal chegava a 100 mil. Com certeza, só com uma organização do porte da Fundação José Silveira e o apoio do governo do Estado, é que poderíamos reverter a situação de falência do Cristo e garantir o atendimento à saúde de forma igualitária, decente e de qualidade”, contou.

A comitiva do secretário de Saúde, Jorge Solla, que veio representando o governador Jaques Wagner, chegou com um atraso de três horas para a inauguração. Acompanhado dos deputados Rosemberg Pinto (estadual) e Geraldo Simões (federal), mais o prefeito de Itapetinga José Carlos Moura, fizeram o descerramento da placa comemorativa de inauguração e visitaram a UTI em companhia dos representantes da Fundação José Silveira.

Tags: , , ,

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário