Tudo pronto para a Exposição

Marcada para ser iniciada na próxima terça-feira, 29, a 42ª Exposição Agropecuária de Itapetinga é aguardada com expectativa pela comunidade local e regional. Segundo o presidente do Sindicato Rural de Itapetinga, Henrique Brugni, a ‘‘exposição da acomodação’’ tem tudo para ser uma das mais fortes dos últimos tempos, mesmo a seca estando atingindo várias regiões do estado. A reportagem é de Eliene Portella.

 

Jornal Dimensão – Contagem regressiva para a 42ª exposição de Itapetinga, que se inicia na próxima terça-feira. Que temos de novidades no que diz respeito à estrutura do Parque de Exposições?

Henrique Brugni – Além da continuidade do funcionamento do Sindicato dentro do Parque (desde 2010), o Centro de Treinamento Rural de Itapetinga e Região que foi lançado em 10/20111 já está funcionando também em suas dependências dotado de dois auditórios, refeitório, dormitório, cozinha industrial e área para doma de equídeos; também foi reformado o Tattersal de Leilões Donaciano Macedo e adaptado para uma área multiuso: o Tattersal Eventos. Foram reconstruídas mais oito unidades em alvenaria (completando 12) para a “Baixada Fluminense”, todas dotadas de cozinha e foram construídos dois sanitários com chuveiros também para essa área; todos os sanitários do Parque passaram por reformas e melhoramentos e aumentou-se o número de chuveiros e vasos; a rede de esgoto que era muito antiga foi praticamente toda restaurada, também foram plantadas mais 30 espécies arbóreas para sombra na área dos currais e 40 para paisagismo. O Parque , em suas dependências internas está totalmente “telado” e murado e com dois pavilhões para abrigar equinos que precisavam de baias de ferro ou de madeira, também foram reconstruídos em alvenaria (as de nº 13 e 14).

 

J.D. – Vocês tem sempre inovado nas aberturas da mostra de pecuária, reunindo o público e autoridades convidadas de uma maneira diferente. Para este ano, o que estão preparando e qual vai ser o horário oficial de abertura?

H.B. – Achamos que é melhor ficar no “mesmo nível” de altura das pessoas que prestigiam a abertura, não achamos interessante que as pessoas tenham que “olhar tanto para cima” para participar, além de ficarmos mais próximos de todos os presentes, que são na verdade os participantes mais importantes. Procuramos também usar um pouco de recursos áudio-visuais, tentando passar as informações sobre o evento de uma maneira que pensamos ser mais agradável para os que estão acompanhando. Este ano a Exposição ganhou mais um dia oficialmente e a abertura será na terça-feira, 29, às 20:00h e já aproveitamos para convidar a todos.

 

J.D. – A vinda de rodeios e a realização de shows estão sempre na expectativa da população. Que teremos de atrações nesse sentido e quais os dias?

H.B. – Esse ano o rodeio está maior e terá a participação de montadores da região, além dos profissionais, é claro; acontecerão nas noites de sexta, sábado e domingo, sempre a partir das 21h. O parque de diversões foi contratado para trazer brinquedos mais atuais e em maior número, teremos a apresentação de artistas regionais na Praça de Alimentação da Feira de Negócios e Capacitação SEBRAE/CDL e também nessa área terá um Cinema 6D. Há previsão de acontecerem desfiles de moda nesta área. A grade de shows acreditamos que agradará a grande maioria, pois mesclou artistas da terra com repertório variado, os de arrocha, forró e nomes consagrados como o de Jau (Jauperi), os shows serão na sexta e sábado, a partir das 22h na área específica, dentro do Parque.

 

J.D. – Todos sabemos que a Bahia enfrenta uma de suas maiores secas, comprometendo inclusive o rebanho de vários regiões. A seca não prejudica a exposição de Itapetinga e a qualidade dos animais que estarão expostos?

H.B. – Essa Exposição está sendo realizada “com muita raça”, haja vista que quando fizemos o lançamento oficial desta, no Tattersal Eventos, em 26 de abril, existiam comentários até de que ela poderia não ser realizada devido à estiagem prolongada que inclusive atingia a nossa região, mas nós da diretoria do Sindicato em nenhum momento pensamos em desistir. É claro que a dificuldade em trazer animais existe, os patrocínios ficaram menores, mas graças ao retorno da credibilidade do evento, da marca “Terra Firme e Gado Forte” e principalmente da União de todos os envolvidos ajudando, seja mobilizando convidando outras pessoas, seja realizando leilões, vendendo espaços e de alguma maneira divulgando a Exposição, acreditamos que será a “Exposição da Agregação”, quando todos podem acrescentar. Mesmo com todas as dificuldades, deveremos ter recorde de inscrições de animais das raças Mangalarga e Mangalarga Marchador , teremos um bom concurso leiteiro e um leilão com número também recorde de bezerros de altíssima qualidade, além de pelo andar da carruagem uma quantidade maior de currais comercializados em relação aos dois anos anteriores. A qualidade dos animais não fica prejudicada, afinal em exposições com a tradição da nossa, com ranking nacional, só vem quem tem profissionalismo na atividade. Por sinal, já chegaram alguns bovinos da raça Nelore vindos diretos da Expozebu-Uberaba.

 

J.D. – A Feira de Negócios Sebrae, que tem apoio também da CDL, é um dos atrativos da mostra de pecuária que reúne um público realmente mais voltado ao comércio. Qual sua expectativa para esse ano?

H.B. – Essa será a de número 3 e hoje temos certeza que ela está totalmente inserida na Exposição, haja vista a grande procura das pessoas (físicas e jurídicas) pela capacitação; esta é uma área de suma importância para o empreendedorismo e a qualidade dos cursos, oficinas e palestras , além de serem gratuitas e oferecerem certificação oficial; aliado a isso ocorre a mostra em parceria com a CDL através dos stands onde o comércio e a indústria se apresentam e participam, por isso a nomenclatura atual: “Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial”. É um reforço de áreas econômicas super importantes da região e que não tem como estarem dissociadas.

 

J.D. – Está confirmada a presença do governador do Estado e seus secretários em algum dos dias da exposição?

H.B. – O Governador ainda não confirmou, mas o Secretário da Agricultura e Pecuária Eduardo Salles já confirmou presença , além da Superintendente do MInistério da Agricultura na Bahia Virgínia Hagge, do Prefeito do nosso município José Carlos Moura, do Presidente da FAEB/SENAR e Vice-Presidente da CNA João Martins, mas estaremos esperando todos que queiram participar.

 

J.D. – Seu convite à população de Itapetinga e região e mais algum outro comentário que queria fazer.

H.B. – Convidamos todos os munícipes da microrregião para participarem, pois a nossa Exposição representa uma área que tem a maior quantidade de bovinos por quilômetro quadrado do Brasil, conhecida nacionalmente graças a um trabalho hercúleo iniciado pelo pioneiro Juvino Oliveira e companheiros abnegados , que devido a um povo que oferece uma “hospitalidade que é maior até do que seu território” e por ter uma “Terra Firme e um Gado Forte”, certamente não deixará de ser a “Capital da Pecuária do Estado da Bahia”.

 

Tags:

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário