Sinditatiba: em nova sede, o Sindicato começa a luta pelos servidores municipais

modelo 1Eleita em 19 de outubro passado, a nova diretoria do Sinditatiba – que representa os servidores públicos municipais de Itapetinga e mais 10 cidades da região – vai realizar agora em dezembro a primeira assembléia ordinária para discutir assuntos de interesse dos servidores públicos municipais. À frente da entidade, a auxiliar de enfermagem Rita Adriana, juntamente com os demais diretores, já têm uma pauta definida para o encontro. Se dizendo firme na luta e buscando organizar o Sindicato que estava segundo ela bastante deficitário, Rita diz acreditar que novas conquistas estão a caminho e que a união dos servidores pode acelerar esse processo nos diversos setores. Ela falou à repórter Eliene Portella.

 

Jornal Dimensão – Passado o primeiro momento de “arrumação da casa”, como está o Sinditatiba agora?

 

Rita Adriana – O Sinditatiba está literalmente de roupa nova, pois estamos em uma nova sede, na Rua Tiradentes, 32, Centro. Pela primeira vez nos 23 anos do Sindicato, hoje ele tem uma logomarca que o identifica junto aos servidores e à sociedade em geral. Estamos com uma nova equipe de advogados para atender aos filiados e o mais importante, serviço que é totalmente gratuito para os nossos associados. Essa equipe estará atendendo em nossa sede.

 

J.D. – Vocês já tiveram a oportunidade de conversar com o prefeito ou alguém de direito a respeito da situação atual dos servidores municipais?

 

Rita Adriana – Já nos reunimos tanto com o prefeito José Carlos como com os secretários de Administração, Finanças, Educação, Saúde e Transportes. Estamos negociando várias melhorias para os servidores municipais. Conquistas essas que em breve estaremos divulgando aos servidores.

 

J.D. – Vocês estiveram engajados na luta em defesa dos direitos dos agentes de saúde e também dos servidores públicos como as merendeiras, que lutavam pelo retorno do turnão. Como ficou este processo de luta?

 

Rita Adriana – Para os agentes de Endemias conseguimos o pagamento do abono de incentivo (LIRA), só estamos aguardando o município enviar à Câmara de Vereadores para aprovação e efetuar o pagamento ao Agente de Endemias. Quanto às merendeiras, a luta pelo turnão continua, pois é uma luta tanto do Sinditatiba quanto da APLB.

 

J.D. – Os atuais dirigentes do Sindicato já foram reconhecidos pelo Ministério do Trabalho como representantes do Sinditatiba. Que peso tem isto para a atual diretoria?

 

Rita Adriana – A nossa diretoria já foi reconhecida sim pelo Ministério de Trabalho e Emprego, isto demonstra que a nossa diretoria está em conformidade com as leis que regem as entidades sindicais. Está é a prova maior de que todo o processo eleitoral foi transparente e legal, desfazendo assim qualquer tipo de especulação a respeito da eleição sindical.

 

J.D. – Vocês estão marcando uma assembléia para o próximo dia 10. Qual vai ser esta pauta?

 

Rita Adriana – Faremos oficialmente a apresentação da nova Diretoria; conversaremos sobre a situação fiscal que a atual diretoria encontrou no Sindicato; Abordaremos também a atual situação do Sindicato após a posse da nova diretoria e quais as conquistas já adquiridas para os servidores, graças à luta da atual diretoria.

 

Jornal Dimensão – De que forma vocês estão lutando para incentivar quem ainda não é sindicalizado?

 

Rita Adriana – O Sindicato é a defesa do Servidor Público Municipal. Sindicalizar-se é mais do que participar da sua entidade representativa de classe. É exercer planamente a sua cidadania. Participar de ações que valorizam a nossa classe e o nosso trabalho. É lutar para manter direitos já conquistados e para ampliá-los. A luta pela defesa dos direitos e pela ampliação de benefícios é parte fundamental do trabalho do Sindicato. O convite está sendo feito a todos os servidores da região e vamos abrir uma campanha visando aumentar o número de filiados, pois assim ficaremos ainda mais fortes.

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário