SAAE: tanques explodem…

padrão destaqueNa manhã desta terça-feira, 3, a população de Itapetinga ficou perplexa com a notícia de que havia mortandade de peixe no leito do Rio Catolé.

De acordo o gestor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Nivaldo Morais, um reservatório de produtos químicos instalado na Estação de Tratamento de Água (ETA), explodiu e acabou atingindo um segundo reservatório, sendo que o produto escoou pela rede de esgoto e chegou até o leito do Rio Catolé, causando a mortandade de peixes, principalmente da espécie tilápia.

Centenas de pessoas ao tomarem conhecimento do fato se dirigiram às margens do referido rio para acompanhar de perto o que estava acontecendo. Muita gente aproveitou o ensejo e recolheu os peixes mortos, outros agonizando, que segundo informações obtidas no local, eram para comer.

O gestor do SAAE, Nivaldo Morais, garantiu que manobras foram realizadas para evitar que a população fique sem água de qualidade nas torneiras. Ainda segundo Nivaldo Morais, o SAAE fez a aquisição de containers para substituir os reservatórios que explodiram até que o problema seja solucionado completamente com a reconstrução dos citados tanques.

O prefeito José Carlos Moura se reuniu com o gestor do SAAE e o secretário de Meio Ambiente, Robério Martins (Berraus), pedindo agilidade para sanar o problema o mais breve possível e evitar a falta d’água no município.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente designou uma equipe de fiscalização para acompanhar o caso tanto no Rio Catolé quanto na ETA do SAAE, local onde houve a explosão do reservatório.

Segundo Berraus, um relatório está sendo preparado e após conclusão será encaminhado ao prefeito bem como ao gestor do SAAE.

 

Perícia feita na ETA

Após o incidente com o reservatório de produtos químicos na Estação de Tratamento, o gestor da autarquia esteve no Complexo Policial e registrou Boletim de Ocorrência.

Na manhã da quarta-feira, o delegado plantonista da 21ª Coorpin, Marcos Larocca, acompanhado de peritos do DPT estiveram na Estação de Tratamento do SAAE, vistoriando o local onde estavam armazenados os reservatórios de produtos químicos que explodiram. Foi realizada perícia minuciosa e o trabalho foi acompanhado pelo gestor da unidade e funcionários.

O laudo da perícia deverá sair nos próximos dias apontando as causas do acidente. Funcionários do SAAE estão trabalhando normalmente e o gerente do órgão assegura que apesar do ocorrido, a água que chega às torneiras das casas dos itapetinguenses é tratada e de boa qualidade.

A reportagem é de Sizínio Neto.

Tags: , ,

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário