Resita pede socorro

Sem título-1Risco de desabamento de parte do telhado, ação de cupins no assoalho, janelas e portas, rede elétrica precária, móveis e eletrodomésticos degradados pela ação do tempo. Esta é a triste realidade da Resita – Residência dos Estudantes de Itapetinga em Salvador, que esta semana ficou um pouco pior: as fortes chuvas que caíram na capital provocaram um curto circuito na caixa de energia, deixando o local às escuras.
«Na quarta-feira à noite, parte dos fios da caixa de distribuição de energia pegou fogo e ficamos literalmente às escuras. Todas as solicitações que já fizemos à Secretaria de Educação de Itapetinga continuam em situação de espera. Uma pessoa esteve aqui na casa fazendo as observações devidas sobre as necessidades, mas não passou disto”, comentou o presidente da instituição, Gilmar Costa, acrescentando que a Residência Estudantil existe há 35 anos, já ajudou e continua a ajudar vários estudantes com baixo poder aquisitivo, muitos deles atualmente profissionais de excelência. Lamentavelmente hoje o local se encontra em situação caótica de infraestrutura, colocando em risco até mesmo a vida das pessoas que aqui moram”, desabafou o estudante de medicina veterinária, em contato com a reportagem de Dimensão. “Definitivamente, a Resita pede socorro”, acrescentou.

Tags:

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário