Políticos e empresários vão discutir demissões da Vulcabras|azaleia

No próximo dia 19 de dezembro uma audiência pública deverá acontecer na Comissão de Trabalho da Câmara Federal em Brasília, para discutir a crise no setor calçadista que trouxe como consequência séria para a região o fechamento de 12 filiais da empresa Vulcabras|azaleia, afetando diversos municípios. O proponente da reunião é o líder da bancada na Câmara, deputado Daniel Almeida (PCdoB), que quer apresentar alternativas para reverter a decisão da empresa que alega prejuízos financeiros em decorrência do aumento da competição, causado pela entrada de produtos importados a preços muito baixos; segundo a Azaleia, cerca de quatro mil funcionários serão demitidos.

Segundo informou a assessoria de Daniel Almeida, a intenção é buscar evitar as demissões e o impacto negativo que elas provocarão na economia dos municípios da região. “Temos que apresentar propostas que possam permitir a permanência da empresa, e isso pode ser feito”, afirma o comunista.

Participarão da reunião representantes dos ministérios do Trabalho, da Indústria e Comércio e da Fazenda, secretarias estaduais do Trabalho e da Indústria e Comércio, representante da Vulcabras|azaleia, do Sindicato dos Trabalhadores de Calçados da Região de Itapetinga, prefeitos das cidades atingidas pela decisão, e representantes do Fórum de Entidades não Governamentais de Itapetinga.

O encontro está marcado para o próximo dia 19, às 14h30, no Plenário 12 da Câmara dos Deputados. em Brasília.

 

Reunião em Itapetinga

Antes da reunião em Brasília, políticos, representantes da empresa e sindicalistas se reunirão no auditório do Colégio Luiz Eduardo Magalhães na manhã da próxima segunda-feira, às 10h, para dar início às discussões. O Presidente da Assembléia Legislativa Marcelo Nilo (PDT) e os Deputados Estaduais Fabrício Falcão (PC do B), Rosemberg Pinto (PT) e outros que foram votados na região deverão estar presentes no evento.

O vereador Gilson de Jesus, PCdoB, foi o articulador novamente do encontro em Brasília e em sessão esta semana na Câmara Municipal, sugeriu a união de todos, ‘‘independente de cor partidária’’, para lutar pelos postos de serviços na região.

 

 

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário