“Operação Mão Amiga”: esforço conjunto no combate ao mosquito Aedes aegipty

O Tiro de Sem título-1Guerra de Itapetinga desencadeou no início da manhã deste sábado a “Operação “Mão Amiga”, que tem por objetivo colaborar com a prevenção e o combate aos transmissores da dengue, do Zika virus e da febre Chikungunya.
Com auxílio da Guarda Municipal e Agentes de Endemias da Secretaria de Saúde de Itapetinga, atiradores e reservistas fizeram a distribuição de panfletos orientando a população sobre como evitar a proliferação do mosquito e quais providências tomar no caso de suspeita da dengue ou as demais formas de contaminação pelo aedes. Também esteve participando da operação solidária a vereadora Nídia Oliveira, que sempre esteve presente nas atividades do Tiro de Guerra e é colaborada daquela instituição.
A Polícia Militar também participou. A operação foi coordenada pelo 1º Sargento Lázaro França Sousa, o novo instrutor do TG 06-023 de Itapetinga.

Envolvimento
Perfilados na Avenida Cinquentenário, nas proximidades do TG, os envolvidos na Operação Mão Amiga ouviram as instruções do Sargento e logo em seguida deram início a visitação aos bairros onde o saneamento ainda é precário e os terrenos baldios se transformam em local propício à proliferação do mosquito aedes.
Agentes de Endemias, da Secretaria de Saúde do município, também estiveram presentes e fizeram a operação ficar ainda mais fortalecida, recolhendo larvas para análise, identificando a presença do mosquito em alguns lugares e orientando a população sobre a necessidade de todos unirem esforços para que se evite o aparecimento de número maior de casos em Itapetinga.
Pela Beira Rio, um grande número de agentes, guardas municipais, policiais, atiradores e reservista fizeram a visitação de porta em porta, orientando a população.

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário