Matador do empresário Jajá foi recambiado de Minas Gerais

modelo 1Na tarde da quarta-feira, 14, a Polícia Civil da Delegacia Territorial de Macarani fez o recambiamento de Adailton de Jesus Santos, vulgo Nunes, de 29 anos, que foi preso no dia 21.08, na cidade de Nova Lima-MG, localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
Adailton é investigado pela morte do auditor fiscal aposentado, Jamacy José de Almeida, de 72 anos, morto por disparo de arma de fogo no dia 13.08, na cidade de Macarani.
Logo depois do crime, ao ser apontado como principal suspeito, Adailton fugiu para o Estado de Minas Gerais, sendo preso somente um ano depois de decretada a sua prisão e após investigação complexa que envolveu a Superintendência de Inteligência da SSP/BA.
Adailton foi apresentado na DT de Macarani, onde se encontra à disposição da Justiça. O preso já respondeu a processo por crime de furto ocorrido no ano de 2008.

O crime
O auditor fiscal aposentado Jamacy José de Souza, conhecido por “Jajá”, de 72 anos, foi atingido no peito por disparo de arma de fogo, quando estava na porta de sua casa, em Macarani, distante 45 km de Itapetinga, na noite de quarta-feira (13/08/14).
De acordo com a Polícia Civil daquela cidade, aparentemente nada foi roubado do comerciante, contudo. De acordo com informações preliminares, o comerciante teria ido à Vitória da Conquista para comprar mercadoria para seus estabelecimentos comerciais.
No bolso da vítima havia determinada quantia em espécie, segundo informações do DPT. Durante todo esse tempo, o delegado titular da DT de Macarani, Dr. Irineu Andrade buscou apoio junto ao Ministério Público, Poder Judiciário, bem como da Superintendência de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP/BA), dado sua complexidade.

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário