Mais um trote violento no IF Baiano

modelo 1O termo é estranho, mas o significado é bem conhecido. A palavra bullying “trote” se refere às agressões e humilhações praticadas por um grupo de estudantes contra um colega, mas está longe de ser considerado normal. São xingamentos, ofensas, constrangimentos ou agressões físicas que geram angústia, sofrimento e podem causar danos psicológicos imensuráveis nas vítimas. Essas agressões, que costumavam aparecer na adolescência, estão sendo detectadas entre crianças, cada vez mais cedo. Tanto nas escolas públicas quanto nas particulares, onde os altos muros que as separam do mundo externo, em vez de protegê-las dos perigos “de fora”, muitas vezes alimentam atos ainda mais violentos cometidos do lado “de dentro”, uma vez que os pais não costumam levar as ocorrências às delegacias.

Porém, a mãe de um aluno de 13 anos que sofre socos e tapas durante o trote, não pensou duas vezes e procurou o Complexo Policial e registrou um boletim de ocorrência, solicitando exame de corpo de delito no filho. O adolescente apresentava lesões no pescoço e costas. O lamentável fato ocorreu no dia 26 de março no IFBaiano. No ano passado, foi registrado no mesmo estabelecimento de ensino um trote contra um adolescente de 15 anos, que sofreu queimaduras de segundo grau.

O garoto contou à polícia de que pelo menos doze estudantes o agrediram. Investigadores da Polícia Civil identificarão e intimarão os agressores.

Até o fechamento desta edição o IF Baiano ainda não tinha emitido nota a respeito do trote violento deste ano.

Com informações de Marlon Araújo.

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário