Mais respostas aos emails recebidos

emaiMiro Marques responde os E-mails destinados à sua Coluna no Jornal Dimensão.
Comentários de várias partes do país sobre os artigos publicados na coluna “Regionais”, chegam a toda hora e a todo instante. E desta amálgama de opiniões verdadeiras e de excelentes sugestões, extraímos o que encontramos de mais sincero para exprimir em síntese o que se segue para conhecimento geral:

– Dr. Adylson Lima Machado, professor da UESC – Universidade Estadual de Santa Cruz Itabuna – Bahia, comenta:

– Em Itororó, Tiodomiro Marques, o Miro Marques, o ouvido mais importante para o registro da história local, hoje com trabalhos que são evidentes contribuições para qualquer que pretenda escrever sobre as origens e o desenvolvimento da primeva Itapuy, tornada Itororó. Seu último trabalho, “Vultos Indeléveis”, é mais uma de uma dezena da sua valiosa contribuição. O visitante encontrará em Miro Marques uma fonte de referências e informações.

Itororó, caro leitor, não é só Festsol.

 

M.M. – Sou lhe muitíssimo grato Dr. Adylson, sua avaliação para mim tem preço de ouro. Abraço extensivo a Lúcia e os meninos.

 

– Wiliames E. Santos, 19.10.2012, comenta matéria Professor Euclides.

– Homenagem muito merecida ao Sr. Euclides Pedro dos Santos. Homem honrado, corajoso, amado, exemplo de vida para muitas famílias. Parabéns Miro Marques.

 

Almir – 20 de novembro de 2012 às 22:40

Miro, registre em seu arquivo que eu também faço parte do alunado deste “PEQUENO GRANDE HOMEM”, nós respeitávamos e tínhamos medo da sua famosa régua, independente disso, ele contribuiu e muito para a educação de muita gente em Itororó.

 

M.M. – Amigos Wiliames e Almir, este é nosso estilo literário, homenagear quem deixou o seu nome na história. Grato por lerem nossa coluna…

 

– Isaac Viana Meneses, 17.10.2012, Ribeirão Preto – SP.

Um comentário para Cristina Izabel de Menezes:

– Parabéns Miro Marques por relatar essa história de nossa ente querida, fico feliz por esse seu feito.

 

M.M. – Grato a você Isaac, que bom descobrir o seu endereço e saber que você está bem. Um abraço…

 

– Fábio, 16.10.2012. Um comentário para “Encontro de coronéis”:

– Gosto muito de ler sua página, gostaria que você falasse um pouco do Coronel Pompilio Céo, de Firmino Alves.

 

M.M. – Meu caro Fábio, já falamos do Coronel Pompilio Céo por ocasião do aniversário da cidade de Firmino Alves. A matéria foi datada de julho de 2012, edição de nº 1.688…

 

– Comentário para “O hospital de Itororó é patrimônio do povo’’

Milton Sérgio Bigardi – 15 de janeiro de 2013 às 20:01

É de suma importância que a sociedade itororoense em geral assuma esta luta, não sou de Itororó, morei por 2 anos aí, tenho paixão por esta cidade e não admito o que está acontecendo por aí, fechamento do Matadouro, da Azaléia e agora esta crise no Hospital. Você, cidadão itororoense, é responsável para empunhar esta bandeira, não deixe esta cidade morrer, agora a união entre todas as camadas sociais se faz urgente.

 

– M.M. – Obrigado amigo Milton Sérgio, pelo apoio à nossa caminhada. Informo que em um só dia nós conseguimos mais de uma tonelada e meia de alimentos e mais de duzentas garrafas de detergente e outros materiais de limpeza. Um forte abraço.

 

– Um comentário para “Lucene, um caminho com o coração»

– José Bispo do Nascimento – 20 de dezembro de 2012 às 10:04

– Definir Lucene Ramos, íntegra humana amiga que convivemos na infância, gostei de ver seu nome escrito pelo jornal – o qual quero parabenizar por reconstruir a memória dos amigos, tanto de Itapetinga como de Itororó – e reviver a memória de muitas pessoas importantes.

 

M.M. – Caro José Bispo, procurando fazer o jornalismo verdade, nós nos aproximamos da realidade. Obrigado por valorizar o nosso trabalho.

 

– Um comentário para ‘‘Jorge Albertino de Miranda Campos’’

Durval Nunes – 17 de janeiro de 2013 às 10:02

– Grande Miro Marques! Consegui, fuçando a internet, encontrar suas crônicas e comentários sobre nossa Itororó, seus personagens ilustres e suas mazelas, como o hospital e o poluído “riacho” do Colônia. Continue defendendo nossa terra e nossa gente.

Através do Dimensão fiquei sabendo do passamento de Marvione Macedo muito amiga de nossa família, o que me sensibiliza.

Desejo-lhe sucesso crescente e envio lembranças aos amigos de Itororó. A propósito, estou enviando, através do e-mail do Dimensão, uma das minhas crônicas, cujo cenário é justamente a serra na tríplice fronteira entre Itororó, Itambé e Caatiba, ao sul de São José do Colônia. Um abraço

Durval Nunes

 

M.M. – Grande poeta Durval Nunes, Itororó se orgulha de ter um filho ilustre como você fazenda merecido sucesso em terras distantes. Seu humilde conterrâneo, também, se sente maravilhado em tê-lo como leitor. Abraço do amigo.

 

– Um comentário de zuleicaalejo@hotmail.com

 

Olá Miro, como vai?

Ontem tive a oportunidade de ler a página onde você detalhou a vida de Abuelo, fiquei muito feliz em ver que foi lembrado com tanto carinho a história dele.

Você sempre foi atencioso conosco e temos você como parte integrante de nossa família de caráter especial.

Bom, sabendo que você tem relatos e historias registradas com detalhes eu queria que você visse aí se por ventura você tem algum arquivo que registrou a história de SAMUEL MIRANDA. Acho que deves ter conhecido ele, foi o marido de Tia Ester, irmã de Tia Raquel.

Se por ventura você tiver me dê um SIM. rs. E se puder compartilhar isso eu agradeceria demais.

Desde já agradeço a atenção sempre cedida.

Zuleica Alejo

 

M.M. – Continuo pesquisando, mas ainda não consegui o registro de Samuel Miranda na história religiosa de Itororó, mas continuo pesquisando. Estou muito feliz pelos elogios que você teceu a este cronista social. Grato por tudo.

 

– Comentário para “Respondendo e-mails recebidos’’

João Farias viana 31 de março de 2013 às 12:09 #

Miro, não te conheço pessoalmente. Leio seus artigos toda semana, tenho um livro sobre a história de Conquista e vou te passar, pois contém artigos interessantes sobre a nossa região. Um abraço.

 

M.M. – Ao grande literato João Farias, sou grato por apreciar a nossa humilde coluna no Dimensão. Conforme o amigo prometeu, estou aguardando o livro de sua autoria. Grato – Miro Marques.

 

 

* Miro Marques é escritor, historiador e radialista

jornaldimensao@yahoo.com.br

 

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário