José Raimundo Silva Almeida. Gente que brilhou fora de Itororó

modelo 1Na última quarta feira, 23, com a Igreja lotada, o padre Manoel Carlos de Jesus Cruz, Pároco Local de Itororó, celebrou Missa de um mês em sufrágio da alma de Lula Almeida.

O itororoense Lula Almeida nasceu no dia 12 de setembro de 1963, era filho do casal José Luis de Almeida e Almerinda Silva. Seu pai protético de profissão e sua mãe de ofício costureira. Era neto do Sr. João Clemente da Silva, pequeno produtor rural nas cabeceiras do Rio Colônia que trabalhou a vida inteira em regime de economia familiar, deixando poucos hectares de terras para seus herdeiros. Mesmo oriundo de família de classe média baixa, Lula Almeida e seus dois irmãos Adroaldo e Joane Glaucia estudaram e venceram o fantasma da Faculdade, em épocas difíceis em que o aluno percorria distância em busca do saber, e isto foi possível porque Lula Almeida acreditou nos seus ideais, lutou sempre no firme propósito de que vencer era preciso. José Raimundo Silva Almeida, esse era o seu verdadeiro nome, menino sonhador e eloquente que se destacou ainda adolescente como líder estudantil, pela sua coragem de enfrentar as adversidades com voz altaneira e vibrante pelos proscênios da vida.

Lula Almeida deixou Itororó ainda muito moço e foi aventurar a vida no Estado do Maranhão onde foi o secretário municipal de Governo e Projetos Estratégicos. Além de secretário, Lula Almeida era advogado e empresário. Lula Almeida também foi secretário estadual de Desenvolvimento Social, no governo José Reinaldo Tavares, e secretário de Economia Solidária, no governo Jackson Lago. Era sócio mantenedor e vice-presidente da Unidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão (Unisulma).

Filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Lula também teve uma bonita trajetória política. Como suplente, assumiu a Câmara de Vereadores de Imperatriz, maior cidade do interior maranhense e a cadeira de deputado na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Natural de Itororó-BA, José Raimundo Silva Almeida, mais conhecido como Lula Almeida, tinha 50 anos, dos quais 30 residindo em Imperatriz. Advogado e especialista em Direito Público e Metodologia do Ensino Superior, foi professor de História e assessor jurídico em mais de 20 municípios da Região Tocantina.

Casado com a assistente social e bacharela em Direito Tânia Almeida, Lula era pai de quatro filhos. Recebeu título de Cidadão Imperatrizense (2006), outorgado pela Câmara Municipal, Cidadão de São Luís também em 2006, de autoria do então vereador Cleber Verde; e de Cidadão Maranhense (2005), de autoria do deputado Pavão Filho. Lula era membro ativo da loja Maçônica D. Pedro I, Nº 13, de Imperatriz.

Por meio da Assessoria de Comunicação, no dia da morte de Lula, o prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, lamentou a perda de um grande homem público e um excelente profissional. Segundo ele, mais que um secretário, Lula era um amigo e que sempre esteve ao lado dele nos momentos bons e ruins.

“A nossa relação é mais que de prefeito e secretário, é de uma profunda amizade. Imperatriz e o Maranhão perdem um grande homem e um empreendedor”, disse Madeira.

A Unidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão (Unisulma) informou com o mais profundo pesar o falecimento do sócio mantenedor e vice-presidente da instituição. Dr. Lula Almeida, menino que estudou e brincou pelas ruas da sua pequena Itororó Sul da Bahia, faleceu no dia 22 de setembro de 2014, mas fez uma bonita carreira política e social profissional no Estado do Maranhão e ali o seu corpo foi enterrado. Como não se pode ir de encontro aos desígnios de Deus, só nos resta dizer: descanso eterno para ti querido conterrâneo Lula.

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário