Itambé: operação desarticula quadrilha de assaltantes e três morrem em confronto

Buscas incessantes, um grande trabalho de investigação, além de quatro pessoas presas e três homens mortos. Este é o saldo da operação deflagrada pela Polícia Civil nos últimos dias e que evitou um assalto à agência do Banco do Brasil em Itambé, distante 45 quilômetros de Itapetinga.

O trabalho para desbaratar a quadrilha formada em São Paulo, considerada de alta periculosidade e especializada em assaltos a instituições financeiras na Bahia e em outros Estados, foi sigilosa para não prejudicar as investigações. O grupo era formado por pelo menos dez pessoas.

“A quadrilha estava sendo acompanhada passo a passo já há alguns dias”, informou o Coordenador da 21ª Coorpin, Marcus Vinícius, que participou de todas as diligências, inclusive, oferecendo toda parte logística na ação.

Na manhã desta quarta-feira, 7, em Itambé, policiais da CAESG prenderam quatro componentes da quadrilha: Daniel Pereira Carminhola, de 27 anos, Arlindo Sérgio Bernardo, de 38 anos, Nilton César Almeida Silva, 36 anos e um adolescente de 17 anos.

Em uma casa, no Bairro Felipe Achy, foram localizados por policiais civis mais três rapazes, que fizeram uma família de refém. Imediatamente, os bandidos passaram a disparar contra os policiais, que responderam à altura. No confronto, foram atingidos e mortos Giovane Camargo Reis e mais dois ainda não identificados pela polícia.

Com a organização a polícia apreendeu 4 revólveres calibre 38, 1 pistola 9mm, 1 colete balístico com capa, 1 cilindro de gás GLP, 1 botijão, 1 maçarico, rádios HT’s, facas e dois veículos Blazer e Honda Civic, roubados.

De acordo com as investigações, Daniel Carminhola era o chefe da organização e pretendia, com o seu grupo, assaltar a agência do Banco do Brasil de Itambé. Três homens conseguiram fugir da perseguição policial e a suspeita é de que eles estejam armados com fuzis.

 

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário