Homenagem em forma de arte

modelo 1O artista itapetinguense Roney George se inspirou em 58 personalidades brasileiras e internacionais para criar um mural de 12 metros quadrados. “É uma leitura da minha formação cultural e artística. Pintei pessoas como Pablo Picasso, Muhammad Ali, João Gilberto, Dorival Caymmy, Vincent van Gogh, Mãe Menininha do Gantois, mas tem também minha mãe, Elza Souza, amigos, irmãos…”, conta o artista plástico baiano.

Batizada de Umbando, a obra foi feita em uma das paredes do Hostel Rio Vermelho em Salvador e tem como destaque o cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião. O painel será inaugurado no próximo dia 14.

 

‘‘Mulheres e Poemas’’

Em agosto último, Roney George esteve em Vitória da Conquista para a exposição “Todas as mulheres do mundo e alguns poemas para desenhos”, feita em conjunto com seu irmão, o professor Antonio Maciel. Na época, ele confessou que era a primeira exposição individual que fazia após 16 anos e estar com os amigos de Conquista e Itapetinga era muito importante. Também revelou que se tratava de um “projeto que já aconteceu em pedaços, com uma exposição em Milão, outra nos Estados Unidos mais este pedaço que complemento em Conquista”.

De acordo com César Romero, membro da Associação Internacional de Crítica de Arte, “Roney desenvolve um trabalho singular com desenho, pintura, cenografia e moda. Criador multidisciplinar, busca inovar em cada ação que produz. Roney sabe que é de vital importância para a arte, trocas e interlocuções, e o faz em sua terra e em diferentes continentes. O saber não se esgota, se aprimora nas aproximações com o outro e com o mundo”.

A “Todas as mulheres do mundo e alguns poemas para desenhos” foi aberta para visitação na Galeria Squadro, localizada na Rua 10 de Novembro, Alto Maron, Zona Leste de Vitória da Conquista.

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário