Dedé Moreira – Pecuarista

Em primeiro lugar, devemos lembrar que nossa região é típica da pecuária, o que temos de indústria aqui é muito pouco e isso justifica termos uma exposição forte, uma das melhores da Bahia. E ao falarmos das exposições de Itapetinga, não podemos deixar de lembrar também do pioneirismo de Juvino Oliveira que não só idealizou a exposição como também se dedicou diuturnamente para que ela acontecesse, enfrentando as adversidades e a falta de recursos da época realizou a primeira grande exposição de Itapetinga. De lá para cá a exposição agropecuária tem servido como grande divulgadora dos nossos produtos, com destaque para os rebanhos de bovino que são de excelente qualidade. Outra função da exposição é a troca de experiência, quando pecuaristas de diversas regiões trazem suas vivências, seus problemas, suas inovações e aqui discutimos e aprendemos uns com os outros. Nossa região que constantemente vive sofrendo com as secas, ainda sobrevive e consegue se manter, diferente de regiões como o Norte e o Oeste da Bahia que vivem em situações difíceis. Vitória da Conquista, aqui bem próxima, está vivendo uma grande crise por falta de água, mas os fazendeiros devem ser otimistas e acreditar em dias melhores.Aqui estamos nós em mais uma exposição agropecuária e podemos notar a organização do evento, o compromisso desse grupo à frente do Sindicato Rural, promovendo aqui grandes leilões, com grande diversidade de animais e muitos negócios. Isso tudo contribui para o desenvolvimento econômico de nossa cidade. Inclusive percebemos que os bancos da cidade investem na organização e é grande o número de financiamentos.Na oportunidade, desejamos boas vindas e bons negócios aos expositores e visitantes.  

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário