Centro Médico de Diagnóstico:

padrão destaqueHá cerca de três anos um grupo formado por 10 médicos pensou e amadureceu a possibilidade de montar um centro médico de diagnóstico, reunindo em um só espaço e com recursos próprios, uma medicina de ponta e com qualidade de atendimento. Na noite da sexta-feira, 14, em uma cerimônia que contou com praticamente todo o staff médico local e convidados de outras regiões, foi inaugurado o CDI, localizado bem ao lado do Hospital Cristo Redentor, na Rua Djalma Santos, ocupando uma vasta área onde hoje estão instalados consultórios e salas de exames equipadas com tecnologia de ponta no que diz respeito à realização de tomografia, ressonância magnética, densitometria, raio x digitalizado, ultrassonografia, eletrocardiograma e eletroencefalograma, colonoscopia, endoscopia, mamografia, entre outros.

O diretor médico do CDI é Marcelo Pinto, que em seu discurso no ato de inauguração da nova clínica fez questão de citar o apoio recebido da Santa Casa de Misericórdia/Hospital Cristo Redentor. “O ponta pé inicial para que este projeto pudesse ser desenvolvido com êxito foi dado com a apresentação de um projeto ainda embrionário em assembléia geral da Santa Casa, quando foi na ocasião nos dada a autorização para podermos utilizar em regime de comodato esta área onde nos encontramos, para podermos desenvolver um projeto pioneiro, que será divisor de águas na saúde do nosso município e região”.

Para o superintendente do CDI, o oftalmologista Jivago Queiroz, “a clínica está pronta para realizar uma medicina de primeira qualidade e é um divisor de águas que vai nos garantir ainda a presença de mais profissionais médicos especializados em nossa cidade, pois o que faz um bom profissional vir trabalhar em uma cidade do interior não é o valor do salário que ele possa ganhar, mas sim uma condição de trabalho que faça com que ele possa realizar diagnósticos e procedimentos com qualidade e é isto que esta clínica está oferecendo, não ficando devendo nada a grandes centros como até mesmo São Paulo e outras capitais”. Jivago acrescentou ainda que a partir de agora Itapetinga se torna um grande centro de referência em saúde de última geração, “pois já temos uma UTI, o Centro de Diagnóstico, o serviço de oftalmologia com toda a aparelhagem, um excelente serviço de cardiologia, entre outros, e isto transforma a nossa cidade em um pólo regional de saúde, acelerando ainda mais o seu crescimento”, frisou.

O grupo que forma o CDI é composto pelos médicos Artur Franca, Jivago Queiroz, José Schettini, Luiz Eduardo Brandão Cruz, Marcelo Pinto, Nilton Andrade, Nilton Fernandes, Reinaldo Silva, Rubens Moura e de Vitória da Conquista, o radiologista Valverde Montealverne Marinho.

 

Satisfação

Integrante do Grupo CDI, o médico Artur Franca não escondia sua satisfação em ver mais um investimento ligado à saúde sendo oferecido à comunidade regional. “É uma felicidade grande concretizar um sonho de trazer mais este investimento para Itapetinga na área de saúde. Sou sempre otimista com minha cidade, estamos com um grupo que é formado por gente da terra, que acredita em seu potencial e sabe que Itapetinga merece qualidade de atendimento médico. Se todo mundo pensar que ela pode crescer e se tornar independente, teremos um lugar cada vez melhor para todos, em todos os setores”.

O radiologista Valverde Marinho não escondeu que já vem “namorando Itapetinga” há algum tempo e “isto já faz mais de 10 anos e agora finalmente consegui finalizar esta parceria. Eu a tenho como uma cidade grande e eu não conseguia entender o tamanho de sua grandiosidade na área médica. Cheguei aqui e encontrei parceiros que aceitaram o desafio de construir este centro de imagem e foi um tempo bom de planejamento, estruturação, investimentos e mesmo não tendo ainda nenhum atendimento feito, já olhamos que a estrutura vai ser um sucesso”.

Valverde ressaltou a importância da parceria com o HCR, enfatizando que já tem experiências com resultados positivos em cidades como Vitória da Conquista e Poções. “Fazer uma parceria pública privada, podendo atender em um mesmo ambiente o particular, o convênio e o SUS com a mesma qualidade, dará uma melhora tanto para o hospital, quanto também uma otimização dos serviços para a clínica particular”, frisou

O ortopedista José Schettini, que faz parte do quadro de associados do CDI, disse imaginar que a partir de agora a história da cidade no que diz respeito à qualidade de atendimento e oferta de serviços para a população daqui e região ganha um novo rumo. “E de maneira humanizada, sem diferenciar os atendimentos privados do público. A nossa intenção é realmente fazer o melhor para todos”.

Possibilitar que as pessoas tenham mais urgência no atendimento, evitando ter que se deslocar para centros distantes, onerando ainda mais o atendimento médico, é, na opinião do Dr. Luiz Eduardo Cruz, mais um dos benefícios do CDI. “Já estamos sendo a partir de hoje um centro de referência para a região, agora teremos condições de ofertar melhor qualidade e rapidez no caso de atendimentos de urgência e exames complexos de imagem”, ressaltou.

O cardiologista Nilton Andrade disse que a expectativa agora é que o funcionamento do CDI, aumente ainda mais o número de profissionais médicos em Itapetinga. “O CDI certamente representa um marco na saúde da nossa microrregião, trazendo exames para diagnósticos mais complexos que até então a gente não dispunha e que além de elevar a qualidade da medicina, eleva o grau de complexidade resolutiva de nossos procedimentos, permitindo inclusive que outros profissionais que ainda não exercem a sua atividade aqui em Itapetinga, possam vir a exercer, pois estamos aumentando o nosso grau de resolutividade.

Rubens Moura, ginecologista e obstetra, fez questão de frisar que “O CDI já era uma necessidade da cidade e região. Precisamos de qualidade de atendimento para que as pessoas estejam seguras deste diagnóstico e com profissionais com conhecimento científico. O bom é que as pessoas que precisam de melhor qualidade na saúde, poderão ficar por aqui mesmo, pois esses serviços oferecidos pelo CDI vão complementar a lacuna existente”. O Centro Médico de Diagnóstico começa a funcionar a partir da próxima segunda-feira.

Tags: , , ,

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário