Camelôs e ambulantes vão ficar…

Em reunião promovida pelo promotor de Justiça Titular da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Itapetinga, José Junseira Almeida de Oliveira, na sede do Ministério Público – Escritório Regional de Itapetinga, na tarde da terça-feira, 4, discutiu-se a necessidade de se remover da Alameda Rui Barbosa os camelôs e ambulantes que ali fazem ponto, bem como nas Praças da Bíblia e Augusto de Carvalho.

Estiveram presentes o presidente da ACAMI – Associação dos Camelôs e Ambulantes de Itapetinga, Ivani Gonçalves dos Santos (Zé Pretinho), Oniel Brandão – presidente da CDL de Itapetinga, José Pereira da Silva – vice-presidente da CDL, Robério Silveira Martins – secretário de Agricultura e Desenvolvimento Econômico – Carlos Leôncio Souza Costa – secretário de Meio Ambiente do Município, Reinan Neves Gusmão – coordenador da Comutran e Antonio Góis do Departamento de Fiscalização de Trânsito da Comutran

O presidente da Associação dos Camelôs e Ambulantes solicitou ao Ministério Público um prazo de permanência na Alameda Rui Barbosa de forma organizada até o final do mês de dezembro, principalmente dos associados, vez que todos os camelôs fizeram compras visando o período de Natal e Ano Novo, além de não terem obtido um prazo suficiente para promover essa mudança, divulgação do novo endereço, bem como outras situações.

O pedido foi acatado pelo Ministério Público e CDL, bem como os demais órgãos representativos, mas ficou acordado que o prazo não será prorrogado, devendo, portanto, intensificar a operação para desocupação da área e se necessário, usar da força policial.

 

Pirateados proibidos

Somente os produtos pirateados (CDs e DVDs) não poderão ser comercializados na Alameda e demais localidades, pois a venda de produtos pirateados ou contrabandeados é crime, segundo declaração do Promotor de Justiça, José Junseira.

Os camelôs associados da ACAMI vão utilizar o espaço da Alameda de forma organizada, cada um terá um espaço mínimo de um metro de largura por um metro e meio de comprimento, até o dia 31 de dezembro deste ano.

A partir de 1º de Janeiro de 2013, os camelôs e ambulantes vão ser transferidos para a área de acesso à Central I de Abastecimento, onde já existem alguns comerciantes. Uma ata foi lavrada, oficializando o encontro e o resultado dele.

 

Tags:

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário