Batata doce, a queridinha dos atletas

modelo 1A batata doce é a raiz de uma planta rasteira, que cresce sem exigir cuidados especiais para o cultivo. Este tubérculo é formado para abrigar reservas de energia da planta, sendo assim rica em carboidratos, vitaminas e minerais. Existem diversas variedades da batata doce. Elas se distinguem pelo tamanho, forma, sabor e cor. Apesar de ser típica e muito apreciada nas regiões Norte e Nordeste, a batata doce virou a queridinha dos praticantes de atividade física em todo Brasil. Mas, a final, o que é que a batata doce tem?
O sucesso da batata doce é devido em grande parte a seu índice glicêmico(IG). Este índice reflete o impacto promovido pelo carboidrato ingerido nos níveis sanguíneos, ou seja, serve para avaliar a velocidade com a qual um alimento aumenta os níveis de glicose no sangue. Todo carboidrato, ao ser consumido, transforma-se em glicose, que produz energia para o organismo. Mas quando o índice glicêmico de um alimento é alto, isso significa que, ao consumi-lo, é liberada uma grande quantidade de glicose no sangue rapidamente, fazendo o organismo aumentar os níveis de insulina para metabolizá-la, o que pode causar, em longo prazo, resistência à insulina e a tão temida diabetes tipo 2. Além disso, o excedente de glicose no organismo é armazenado em forma de gordura.
Porém, este não é o caso da batata doce, que é um carboidrato de baixo índice glicêmico, o que significa que sua absorção é mais lenta, liberando glicose na corrente sanguínea aos poucos, sem estimular muito a insulina (responsável pelo aumento da fome e pelo acúmulo de gorduras). Ela também é uma ótima alternativa de consumo entre uma a duas horas antes da atividade física, por proporcionar energia constante durante a atividade, devido a seu índice glicêmico. Só não pode confundir a batata doce com a batata inglesa (conhecida como batatinha), pois esta possui um IG muito maior.
Além do índice glicêmico favorável, a batata doce possui alta taxa de vitamina A (importante para saúde dos olhos e pele), vitaminas do complexo B (ajudam no bom funcionamento do coração, sistema nervoso e contração muscular), vitamina C (ajuda na imunidade e age como antioxidante), cálcio (importante para formação dos ossos), ferro(essencial para disposição e previne a anemia ferropriva), fósforo (ajuda a formar e manter ossos e dentes, melhora disposição corporal e auxilia no metabolismo das proteínas). Outra vantagem dela é que, por ser rica em carboidrato complexo e fibras, ela auxilia a promover a saciedade, tornando-a uma aliada na perda de peso.
A popularização da batata doce pelos praticantes de atividade física foi tanta nos últimos tempos que tem se tornado comum vê-la presente na nutrição diária de muita gente, o que fez a indústria alimentícia aproveitar a onda e começar a produzir, até mesmo, batata doce em pó.
É preciso ter cuidado com a obsessão em busca do corpo perfeito e dos alimentos que prometem milagres. Vale ressaltar que é preferível a ingestão do alimento in natura e a inclusão da batata doce na dieta do praticante de atividade física ou atleta deve ser em quantidades apropriadas, assim como de qualquer outro alimento. O cálculo dessa quantidade depende de vários fatores, que só o profissional habilitado pode avaliar. Como sempre falo, a alimentação deve possuir o adequado equilíbrio entre os nutrientes, pois de nada adianta utilizarmos uma ótima fonte de carboidratos, se os demais nutrientes da dieta não estiverem presentes com a mesma harmonia. Consulte sempre seu nutricionista!

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário