Artesãos de Itapetinga montam Associação

arteQuem compareceu no dia 09 de março na inauguração na sede da Associação dos Artesãos de Itapetinga na Rua Porto Seguro, 97, conferiu de perto o que há de melhor no artesanato local. O evento realizado no Parque Poliesportivo da Lagoa, onde está localizada a sede da Associação dos Artesãos, movimentou a classe artística e cultural. Vários artistas participaram expondo seus produtos. Além da exposição, o evento também contou com um desfile bastante inusitado, quando crianças e adolescentes exibiram artigos de artistas locais e visitantes, como telas, esculturas, peças em cerâmicas, bijuterias, vestuário e muitos outros produtos. A alegria, o entusiasmo e a criatividade marcaram o evento. Músicos como Reginaldo Natureza, Toinho de Mairí, Mundinho e o Cantor Jai, também estiveram presentes.

A inauguração foi sucesso, pois reuniu artistas de toda a cidade e se tornou a realização do sonho dos artesãos de terem um espaço para divulgar e comercializar os seus trabalhos. Os artistas que expuseram suas obras foram Adriana Oliveira, (trabalhos feitos em ferro); Aguinaldo José, (sandálias de couro); Denise Torres (blusas customizadas e quadros em arte francesa); Eliene Santos (biscuit); Lúcio Paulo – Lolo (marchetaria); João Machado (arte em madeira); Rosilane Brito – Zilane (pintura em tecido); Rosimália Rodrigues – Rose (tricô e crochê); Sonia Costa (pintura em cerâmica); Suzana Cristina – Suzzy (miçangas, sandálias customizadas); Valdeque Lima – Nil Artes (móveis e adereços em madeira).

Os coordenadores da inauguração da Associação de Artesãos foram a professora Cledilene Batista e o poeta Valdeique Oliveira, além de contar com apoio de toda a imprensa local.

A programação também contou com a representante do Movimento Cultural de Canavieiras, a artesã Maria Augusta, que com suas obras engrandeceu o evento e ficou encantada com a união e os trabalhos dos artesãos de Itapetinga.

Segundo os organizadores, o evento superou as expectativas, e reforça a importância da união de todos para que os artesãos não fiquem esperando a boa vontade do poder público, mas que através dessa iniciativa, cada artesão colabore com a promoção da cultura local. É necessário que haja ações de dentro do próprio movimento, pois com isso os artistas se fortalecem. O movimento surgiu do próprio seio dos artistas e não contou com nenhuma colaboração governamental.

O espaço estará aberto, inicialmente, todos os domingos das 10h às 17h30, sempre com a realização de um cardápio diversificado. Para este domingo será vendida uma feijoada ao preço de R$ 5,00 para colaborar com a manutenção da Associação de Artesãos.

Tags: ,

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário