Antes de leilão, EBAL fecha 35 lojas da Cesta do Povo

Sem título-1Até a próxima segunda-feira (22) um total de 35 lojas da Cesta do Povo serão fechadas pela Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), do governo baiano. Desde o início de dezembro passado e até o final de janeiro, 20 lojas haviam sido fechadas.
Nesta semana, a empresa, em comunicado interno, anunciou o fechamento de mais 15 lojas. Segundo comunicado, quatro das 15 lojas da Cesta do Povo a serem fechadas estão ligadas à central de distribuição de Buerarema. São as unidades de Itaju do Colônia, Itambé, Caatiba e Potiraguá.
Também serão fechadas lojas em Iguaí, Nova Canaã, Poções, Queimadas, Monte Santo, Esplanada, Entre Rios, Cardeal da Silva, Acajutiba, Itanagra e Salvador (Jardim Nova Esperança).

Leilão
A Ebal/Cesta do Povo deverá ir a leilão, na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), em março. A data ainda não foi divulgada, mas é possível que seja novamente adiada. A primeira data prevista foi 8 de janeiro. O preço mínimo divulgado pelo Governo Baiano foi R$ 81 milhões.
Demissões e incertezas quanto ao futuro têm deixado funcionários apreensivos, mesmo aqueles concursados. A maior queixa de quem ainda não foi demitido é a falta de transparência no processo.

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário