1ª Igreja Batista completa 75 anos e recebe homenagem da Câmara

dfgA Câmara de Vereadores de Itapetinga deu início aos seus trabalhos do segundo semestre nesta quarta-feira, 1º, com uma sessão especial em homenagem à Primeira Igreja Batista de Itapetinga (Pibi), que comemora bodas de diamante, celebrando 75 anos de existência.

Destacando a contribuição da Igreja Batista no desenvolvimento político, social e educacional do município, a sessão foi uma indicação do vereador Amaral Júnior (PRP). Foram convidados a compor a mesa solene os pastores Samuel de Oliveira Santos (emérito) e Adelson Santa Cruz (titular), mais Oniel Brandão e Adalmar Inácio da Silva, membros da diretoria administrativa da Igreja e o ministro de música Cláudio Cerqueira Mendes. A abertura da sessão foi feita pelo Coral da Pibi, de forma inusitada, com apresentação de hinos de louvor e gratidão a Deus.

A presidenta da Casa, vereadora Nidia Oliveira (PDT), lembrou que a história da Primeira Igreja Batista de Itapetinga se confunde com a história da cidade, ressaltando que o papel social dessa igreja é consolidado por meio do incentivo à construção de relacionamentos conjugais fortes e desenvolvimento de laços de amor e interdependência. Para ela, a Igreja é encorajadora de uma geração que determina o futuro com solidez, integridade e valor na formação de cidadãos que constroem uma sociedade ética e justa. “São 75 anos proclamando e pregando a palavra de Deus. São inúmeras as evidências de um trabalho cristão realizado com afinco e amor, conduzindo sempre ao triunfo”, destacou a presidenta. Emocionada, Nídia salientou ainda que tem uma relação muito próxima com a Igreja Batista, pois teve a oportunidade de participar dessa comunidade e guarda os seus valores, além disso, tem muitos amigos e familiares que fazem parte ativamente dessa igreja.

O vereador Amaral Júnior (PRP) realçou o empenho dos primeiros crentes batistas que chegaram ao arraial batizado de Itatinga e deram início ao trabalho de evangelismo nessa terra que viria a ser Itapetinga. “Homenagear a Primeira Igreja Batista de Itapetinga é homenagear pessoas, ações, momentos e conquistas que marcaram as últimas sete décadas e contribuíram efetiva e eficazmente para o progresso desta terra”, justificou. Destacou ainda a visão educacional da Igreja que deu origem ao Colégio Batista Albert Schweitzer, a importância das obras sociais desenvolvidas por meio do Centro Batista de Ação Social e a garra de seus líderes espirituais, especialmente o pastor Samuel de Oliveira, na proclamação do evangelho de Jesus Cristo.

Todos os parlamentares presentes também manifestaram em seus discursos grande admiração, respeito e estimada consideração à Igreja Batista pelos relevantes serviços prestados ao evangelismo, defesa dos princípios bíblicos e valorosa contribuição no desenvolvimento da cidade.

“A nossa igreja neste dia é objeto de reconhecimento por ser uma igreja séria nesta cidade; igreja com credibilidade. Eu me sinto grato a Deus pelo privilégio de presidi-la, de estar à frente desse rebanho e de receber, juntamente com toda a igreja, a homenagem prestada. Com muita gratidão em meu coração, vivo este momento, que considero honroso e um privilégio”, declarou o pastor titular da Igreja, Adelson Santa Cruz.

Para Oniel Brandão, ser reconhecido como membro da Igreja Batista e servo de Jesus Cristo é motivo de grande alegria e satisfação. “Eu levo com muito orgulho o título de membro da Primeira Igreja Batista de Itapetinga, que tem sido um referencial na minha vida. Não perca a oportunidade de se envolver com uma igreja, porque ela faz mudança, transformação de pessoas e de caráter. Envolver-se com uma igreja é mudar de vida; é conhecer um projeto novo de vida que Deus tem para cada um de nós”, avaliou.

Para o pastor emérito da Igreja, Samuel de Oliveira, a sessão especial foi um momento ímpar na história político-religiosa da cidade. “Falar da Primeira Igreja Batista é falar de Itapetinga. Falar de Itapetinga é falar da Primeira Igreja Batista”, afirmou. O pastor Samuel lembrou que a Igreja Batista nasceu muito antes de sua fundação oficial. Ele acredita que a organização religiosa tenha se originado na década de 1920. “Em 1938, surge a Igreja, que tem sido presença nesta cidade e trouxe a mensagem salvadora de Jesus, mensagem que continua a transmitir com a mesma vivacidade, com o mesmo fervor, com o mesmo espírito, com a mesma fidelidade à palavra de Deus”, declarou o pastor.

Durante os pronunciamentos dos vereadores, o pastor Samuel de Oliveira foi reconhecido por ter desenvolvido um longo e abençoado ministério de 50 anos na Igreja Batista de Itapetinga. Com humildade e atribuindo toda essa glória a Deus, ele agradeceu os elogios e disse que não tem sido senão um servo do Senhor que tem consciência do peso do compromisso colocado sobre seus ombros.

Adalmar Inácio da Silva disse que é um privilégio servir a Deus como membro dessa comunidade, por isso, costuma falar com muito orgulho sobre a história da Igreja. “Ali eu tenho aprendido, dia após dia, servir mais e melhor ao meu Deus. Tenho aprendido isso através da orientação sábia dos meus líderes espirituais, pastor Samuel e pastor Adelson”, contou.

Na oportunidade, Nidia Oliveira (PDT) passou às mãos do pastor Adelson Santa Cruz uma placa de homenagem, marcando o momento de celebração do Jubileu de Diamante da Igreja Batista com o justo reconhecimento do Poder Legislativo Municipal ao importante trabalho desenvolvido pela Igreja ao longo de 75 anos de existência em Itapetinga.

Sem comentários ainda.

Deixe um comentário